sábado, 18 de agosto de 2007

Eiiii!!!

Eiiii!!!
Quantos de vocês fazem o que querem? O que realmente querem?
Eu não falo de comer a mulher que se quer ou dar pro homem que tem vontade. Ou vice-versa.
Falo de no dia-a-dia, hora-a-hora atuar em uma atividade emocionante, daquelas que passam rápido de tão boas que são.
Frequentemente dizemos o que não fazemos e fazemos o que não dissemos.
Estamos trancados em uma época onde nossas possibilidades, embora inúmeras, são limitadas. Mas nosso espírito é ilimitado. E aí? Como ficamos?
Houve uma ápoca em que enfrentar a barra de se isolar, ser um eremita, era a maior prova de sanidade mental e paz interior. A proximidade total com Cristo.
Hoje, nos prédios e distâncias encurtadas pela tecnologia, nem existe lugar para se isolar. A não ser em um hospício.
Tudo cheira a lixo, e produzimos perfumes para suportar. Tudo nos consome, e consumismo tudo para equilibrar!
Nosso caminho não tem volta, e não tenho inteligência para isso solucionar.
Nosso Cristo muda a cada século, a cada tradução, a cada interpretação. Mude uma vírgula, muda o caminho da salvação!
Somos bonecos, marionetes e soldados perfeitos lutando contra inimigos não identificados. Lutando contra nós mesmos!
Nosso inimigos individuais, quando coletivizados, provocam guerras entre nações. Inimigos da alma, inimigos que na verdade desejamos, a fim de nos justificarmos.

Eiiii!!!
Quantos de vocês fazem o que querem??? O que realmente querem???

Um comentário:

Uala disse...

mas mesmo que façamos o que quisermos, estaremos contardizendo o que queremos porque afinal de contas não estamos acostumados a querer apenas uma coisa...queremos tudo de todos...
e isso seria contraditório de cima a baixo...